Governo da Bahia
iG
Notícias

Bahia em São Paulo de técnico e time novo na luta pelo G4

Esta importante partida vai ficar marcada pela reestreia de Charles no comando técnico do Tricolor que fez algumas mudanças na equipe

Rafael Soeiro | 16/10/2015 - 10:33

Após 10 dias de muito trabalho, o Bahia volta a campo amanhã, contra o Oeste, às 16h30, no estádio Prefeito José Liberatti, em Osasco, São Paulo, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Esta importante partida vai ficar marcada pela reestreia de Charles no comando técnico do Tricolor que fez algumas mudanças na equipe.

Depois de muitos treinos, Charles observou os atletas e fez algumas modificações na equipe. Na zaga, Gabriel Valongo ganhou a vaga de Robson. No meio, Souza e João Paulo Penha assumiram os lugares de Yuri e Tiago Real, suspensos. Assim como Roger, que entrou no lugar de Maxi Biancucchi, que recebeu o terceiro cartão amarelo. Com isso, o time entra em campo com: Douglas Pires; Railan, Gustavo, Gabriel Valongo e João Paulo; Paulinho Dias, Souza, Eduardo e João Paulo Penha; Kieza e Roger.

No entanto, além de uma mudança nos 11 jogadores que iniciaram o jogo, o que o Bahia precisa mesmo é mudar a postura, principalmente fora de casa. O time já não vence há 5 partidas consecutivas na Série B (4 empates e uma derrota) e é o sexto colocado na tabela com 48 pontos. Para um time que quer comemorar o acesso no final do ano, é muito pouco.

“Temos que mudar a atitude fora de casa. Não é o fator campo, não é torcida que faz o time jogar bem. A nossa atitude tem que ser diferente quando jogarmos fora de casa. Temos que ser mais agressivos. Temos que sair de casa para vencer e vamos fazer isso contra o Oeste", disse o goleiro Douglas Pires em entrevista coletiva no Fazendão.

Mas, de fato, o Bahia não tem outra alternativa. Se o objetivo for mesmo o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro do ano que vem, tem que voltar de São Paulo com os 3 pontos. Como a tabela está muito embolada nesta reta final de competição, caso vença, o Tricolor pode ficar no G-4, na quarta posição. No entanto, se perder, dependendo dos resultados da rodada, o Bahia pode cair para a décima posição.

"Precisamos vencer, independentemente do adversário", afirmou Douglas Pires.
A situação do Bahia não é das melhores. Dos próximos 24 pontos a serem disputados, o Tricolor terá que conquistar, pelo menos, 16 para garantir o acesso. São 8 jogos, 4 dentro de casa e mais 4 fora. É difícil, mas não impossível.

Últimas Notícias