Governo da Bahia
iG
Notícias

Chapecoense repudia ato da torcida do Porto e pede respeito à memória das vitimas

Cântico de uma torcida organizada durante uma partida de handebol contra o Benfica usou tragédia da Chape como referência e causou revolta

Goal | 14/04/2017 - 08:32
Foto: Chapecoense/Divulgação

Um dia após uma torcida organizada do Porto cantar um cântico em que usa a tragédia com o avião da Chapecoense como referência durante uma partida de handebol contra o Benfica, o ato gerou revolta e foi repudiado pela Chape, que pediu respeito à memoria das vitimas.

"Quem dera, se o avião da Chapecoense fosse do Benfica", foi o verso cantado por membros da "Super Dragões, e que foi recriminado por federações, clubes, atletas e até pelo próprio Porto.

Sobre o fato, o clube catarinense emitiu uma nota oficial nesta quinta-feira (13), assim como os outros que se manisfestaram, repudiando a atitude de parte da torcida organizada do time português, e acima de tudo, lembrando quais sentimentos devem ser referência no mundo dos esportes.

Veja a nota oficial da Chapecoense na integra:

"A ASSOCIAÇÃO CHAPECOENSE DE FUTEBOL, em relação aos tristes acontecimentos ocorridos nesta semana em Portugal, quando uma parte da torcida do Clube do Porto, em disputa esportiva local, incitou o público presente, fazendo referência desairosa e ofensiva ao acidente do voo da Chapecoense, entoando canto agressivo e de desrespeito à memória dos mortos e do Clube, na lamentável tragédia ocorrida na Colômbia, manifesta-se com profundo pesar sobre tais fatos, que não são próprios de pessoas de bem e do meio esportivo, cujo ambiente deve ser sempre de respeito e solidariedade ao adversário e não de propagação de ódio e cizânias, mormente nos conturbados tempos atuais da humanidade.

No futebol, como em qualquer disputa no campo esportiva, deve se sobrepor o primado da ética e da solidariedade humana, sempre em busca do congraçamento e da felicidade das pessoas e dos povos, aliás, estes os objetivos maiores da vida.

Por fim, a Chapecoense, concita seus Clubes irmãos de Portugal e de todo o mundo para que disseminem o congraçamento, respeito e concórdia nas relações esportivas.

Chapecó, SC, Brasil, 13 de abril de 2017.

A Diretoria:

PLÍNIO DAVID DE NES FILHO – PRESIDENTE

IVAN TOZZO - VICE PRESIDENTE ADMINISTRATIVO E FINANCEIRO

LUIZ ANTÔNIO PALAORO – VICE PRESIDENTE JURÍDICO

LUIZ ANTÔNIO DANIELLI – VICE PRESIDENTE MARKETING E PATRIMÔNIO

NEI ROQUE MOHR – VICE PRESIDENTE DE FUTEBOL"

Últimas Notícias