Governo da Bahia
iG
Notícias

Como seria o Barcelona com CR7 no ataque?

Já imaginou se o Barça entrasse na parada para contar com Cristiano Ronaldo? A Goal Brasil esboçou as variadas formas de jogar com o craque no time

Goal | 18/06/2017 - 11:15
Foto: GOAL - Marco Sias

Cristiano Ronaldo está de saída do Real Madrid. O futuro do craque ainda é uma incógnita, mas imaginou se o Barcelona decide abrir os cofres para adquirir o português e formar o melhor ataque do mundo?

O Real quer algo em torno de 400 milhões de euros para liberar a estrela lusitana e o Barça, embora não esteja entre os destinos especulados, é um dos clubes que poderia investir na contratação do atual melhor do mundo.

Agora, imagine um ataque formado por Lionel Messi, Neymar, Cristiano Ronaldo e Luis Suárez? A Goal Brasil mostra como seria este quarteto jogando lado a lado no Camp Nou.

Embora tenha se tornado um definidor nos últimos anos, abandonando a lateral do campo para ficar cada vez mais centralizado, CR7 teria duas opções em uma eventual ida para o time catalão: jogar pelos lados do gramado, como aconteceu na maior parte de sua carreira, ou atuar centralizado, com Luis Suárez sendo deslocado para um dos flancos.

Caso atuasse pelos lados do campo, o mais provável é que ficasse pela esquerda, sua região predileta do gramado. Isso implicaria na ida de Neymar para a direita. Luis Suárez permaneceria centralizado, enquanto Messi atuaria por trás do uruguaio. O problema da mudança é que um jogador teria que ser sacrificado. Neste caso, o mais provável é que Ivan Rakitic saísse da equipe.

Seria possível também que Cristiano Ronaldo fosse deslocado para a função de centroavante, enquanto Luis Suárez atuaria pelos flancos. O problema é que isto também acarretaria na saída de um dos meio-campistas - o mais provável seria que o croata deixasse o elenco. 

Ernesto Valverde poderia também adotar uma fomação ousada, colocando quatro atacantes em linha no setor ofensivo. Cristiano Ronaldo e Luis Suárez atuariam por dentro, enquanto Lionel Messi e Neymar jogariam pelas pontas.

Por fim, o treinador poderia recuar Neymar e Lionel Messi para a linha de meio de campo, deixando o ataque com dois finalizadores mortais: Cristiano Ronaldo e Luis Suárez.

É muito difícil que este sonho do amante do bom futebol se concretize, mas certamente seria difícil - ou quase impossível - brecar o Barcelona com este poder ofensivo todo.

Últimas Notícias