Governo da Bahia
iG
Notícias

Agente da Transalvador diz que pedestre é "uma desgraça"

Vídeo mostra o agente xingando o pedestre

13/08/2017 - 14:59

O agente da Transalvador, que se encontrava no Jardim de Alah nesse sábado (12/8), não gostou de ser abordado por um morador. "Vá procurar o que fazer, desgraça!", disse o agente, de acordo com relato do morador, Hermes Macedo, que se encontrava com a filha de 9 anos de idade.

"Saindo do condomínio dos meus pais, na orla de Jardim de Alah, me deparei com uma obra sobre a calçada, obrigando os pedestres a irem para o meio da rua, arriscando-se entre os carros", disse Macedo.

Adiante ele encontrou um carro (número de identificação 53) com 2 prepostos da Transalvador. "Mostrei a situação e perguntei como eu iria passar ali com minha filha, se aquilo estava certo".

Foi nesse momento, segundo ele, que o agente o mandou procurar o que fazer e o xingou de "desgraça".

"Até quem estava ao redor ficou assustado com a resposta", disse Macedo. 

Ele deixou a filha em casa e voltou até onde estavam os agentes, agora gravando tudo em vídeo. Macedo perguntou por que foi xingado, sendo recebido com palavrões.

Em nota, a Transalvador informou que o vídeo mostrando a agressão verbal praticada pelo agente de trânsito já chegou ao conhecimento da administração da autarquia, prometendo "apurar a situação com rigor, abrindo processo de sindicância".

Embora a gravação não permita dúvidas sobre o excesso praticado pelo agente, a Transalvador diz na nota que, "havendo comprovado excesso, sendo garantida ampla defesa, o agente será punido com as medidas administrativas cabíveis".

No final, garante que "o comportamento apresentado pelo agente, registrado no vídeo, é incompatível com a política da Transalvador e não representa a conduta da corporação", admitindo, mesmo indiretamente, ter havido o excesso.

No vídeo, o morador mostra o agente que o agrediu verbalmente e pergunta: "E aí, moço, por que você me xingou ali?" E o agente respondeu: "Foi isso mesmo velho, por que?". 

"Você me chamou de desgraça", queixou-se o morador agredido. "Eu mandei você tomar na sua bunda", disse o agente, com a farda da Transalvador e ao lado de um colega.

E concluiu: "Tome suas providências. Tome, mesmo".

"Valeu, irmão, obrigado pela resposta, obrigado mais uma vez", disse o morador, sem alterar o tom de voz.

Últimas Notícias