Governo da Bahia
iG
Notícias

Bolsonaro defende prisão perpétua: "Não podemos ter pena"

"No Brasil não tem prisão perpétua, se dependesse de mim teria prisão perpetua", disse o pré-candidato a presidente da República

Leia Já, site parceiro do Leia Mais | 14/11/2017 - 20:14

Durante entrevista concedida a uma rádio no município de Vitória, capital do Espírito Santo, nesta terça-feira (14), o pré-candidato a presidente da República Jair Bolsonaro (PSC) destacou que não se pode ter pena de pessoas que cometem crimes. “Nós não podemos ter pena desse tipo de gente e nós não podemos ter uma lei de execução penal tão frouxa quanto essa”, criticou. 

O deputado federal lamentou o Brasil não ter prisão perpétua e afirmou que a sociedade tem que ficar livre do contato “com esse tipo de gente”. “Deixar esse pessoal lá [na cadeia] não é para pagar seu pecado não, é para que a sociedade fique livre do contato com esse tipo de gente. Esse tipo de gente não pode ter benefício de lei. No Brasil não tem prisão perpétua, se dependesse de mim teria prisão perpétua”. 

Ele falou que se candidatar na eleição de 2018 é “uma missão de Deus”. “Essa cruz é pesadíssima, mas ele [Deus] não nos dá o peso que não possamos carregar e acredito que nós temos como fazer um Brasil completamente diferente do que nós vimos até o momento (...) analisando o quadro dos pré-candidatos porque a gente não pode tentar? Nós temos bons amigos na Câmara, no Senado, e traçamos um plano há três anos de como buscar a possibilidade de chegar lá e fazer a diferença, fazer diferente do que foi feito até o momento”, prometeu. 

Jair disse que muita coisa precisa mudar, mas “com fé em Deus” dias melhores poderão chegar e contou que a grande mídia está com medo. “Estão preocupadíssimos porque eu sou uma pessoa diferente dos que se apresentaram até o momento como pré-candidatos a presidente. Eu não faço parte dessa forma de governar o Brasil”. 

Acompanhando o parlamentar na entrevista, o senador Magno Malta (PR) defendeu Bolsonaro sobre uma parte da população falar que ele não tem conhecimento em áreas como economia e educação. “As pessoas não sabem discernir conhecimento de cultura. Escuto jornalista dizendo que Bolsonaro é um homem sem cultura, eu mesmo nunca passei no vestibular e você tem formação universitária, duas. O que é cultura e o que é conhecimento? Cultura é você ser uma lâmina rasa e saber um pouco de tudo e conhecimento é um poço profundo. O nosso poço profundo está na segurança pública”.

Últimas Notícias